Agora é curtir a pagina do blog

terça-feira, 12 de maio de 2015

Região oeste do Pará tem quase 3 mil títulos cancelados

Dados divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) apontam que 2.934 mil eleitores tiveram o título cancelado em Belterra, Mojuí dos Campos e Santarém, oeste do Pará. O número diz respeito às pessoas que não votaram nas três últimas eleições, não justificaram a ausência e nem pagaram a respectiva multa.
Os municípios de Belterra, Mojuí dos Campos e Santarém estavam com um total de 3.115 eleitores em situação irregular. O prazo para regularização junto à Justiça Eleitoral encerrou no dia 4 de maio.
A maioria dos títulos cancelados nessa região é de Santarém, onde 2.604 eleitores não regularizaram sua situação junto ao TRE. Já em Mojuí dos Campos, foram 202 títulos cancelados e em Belterra, 128.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), eleitores menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos, bem como pessoas com deficiência para as quais o cumprimento das obrigações eleitorais seja impossível ou extremamente oneroso, têm exercício do voto facultativo.
O chefe de cartório da 20ª zona eleitoral, Márcio Mendonça, explica que o eleitor ainda pode reativar o título. 'Esse título vai ficar cancelado no sistema até que o eleitor venha e movimente o seu título, por uma revisão ou transferência. Se ele não vier, esse título vai ser totalmente excluído do cadastrado e ele vai ter que fazer uma nova inscrição, um novo alistamento', ressalta.
Quem tem o título de eleitor cancelado pode ficar impedido de retirar passaporte ou carteira de identidade, de receber salários de função ou emprego público e de obter alguns tipos de empréstimos. Também pode enfrentar dificuldades para ser nomeado em concursos públicos ou fazer renovação de matrícula em estabelecimento público de ensino.
 
Cadastramento biométrico
Os eleitores da Região Metropolitana de Santarém, que compreende os municípios de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos, terão que passar pelo cadastro biométrico a partir deste ano. A intenção é que o sistema seja usado nas eleições municipais de 2016.
Os cartórios eleitorais já estão se organizando para realização do cadastramento, que nessa região deve iniciar em julho.

Nenhum comentário: