Agora é curtir a pagina do blog

segunda-feira, 25 de maio de 2015

CRIME: Polícia investiga 3º acusado da morte de aluno da Unama

Foto: Reprodução (Facebook)A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga a participação de um terceiro homem no assalto que resultou na morte do estudante de Fisioterapia da Universidade da Amazônia (Unama), Lucas da Silva Costa, de 19 anos.
Os dois suspeitos de participar do crime, presos pouco depois do assassinato, prestam depoimento na tarde deste sábado (23). A expectativa é que eles confirmem ou não a participação na ação e dêem mais detalhes do crime à polícia.
Foto: Reprodução (Facebook) 
O delegado responsável pelo caso, Marco Antônio Oliveira, já ouviu seis testemunhas do crime. Pela manhã, familiares de Lucas foram até a Divisão de Homicídios e demonstraram revolta com o caso.
Segundo um familiar do estudante, Lucas não reagiu ao assalto. 'Ele estava estava de cabeça baixa quando o assaltante voltou e atirou', relatou. Na segunda-feira (25) mais testemunhas devem ser ouvidas pela polícia.
O corpo de Lucas está sendo velado em uma capela no bairro  do Guamá. O enterro está marcado para as 9h deste domingo (24), no cemitério Santa Izabel.
 

Assalto seguido de morte

O estudante de Fisioterapia Lucas da Silva Costa morreu após ser atingido por um tiro na nuca. O disparo foi feito por um dos assaltantes que abordou o ônibus em que o estudante estava com outros universitários no bairro do Marco, em Belém.
O crime aconteceu por volta das 4h. Lucas estava estava em uma excursão para o município de Magalhães Barata com outros estudantes e a namorada, quando dois homens armados subiram no veículo que estava estacionado no posto.

Universidades lamentam crime

Por meio de nota, a Unama (Universidade da Amazônia) disse que o estudante cursava Fisioterapia na Universidade e que 'se solidariza à família e aos amigos do aluno'. A nota reitera ainda que Lucas estava em uma ação que seria realizada no interior do Estado quando houve a tentativa de assalto.
'A Unama espera que as autoridades tomem as medidas cabíveis na investigação e punição aos responsáveis e fica à disposição da família, amigos, namorada e da instituição de ensino que promovia a ação para o que for necessário', finaliza. 
O Centro Universitário do Pará (Cesupa) também divulgou nota oficial se solidarizando com a família do estudante. Segundo o texto, o grupo foi abordado pouco antes das 4h, por homens armados que anunciaram o assalto. Ninguém reagiu e, de acordo com a nota, antes de descer do ônibus, um dos assaltantes atirou em direção a Lucas.
Ainda segundo o Cesupa, uma equipe de psicólogos da instituição está acompanhando o grupo de estudantes para atendimento psicossocial.

Nenhum comentário: