Agora é curtir a pagina do blog

terça-feira, 26 de maio de 2015

Ministério da Pesca, de Helder Barbalho, foi o mais afetado pelo corte no orçamento e perdeu quase 80% da receita


A maior tesourada da presidente Dilma Rousseff atingiu o Ministério da Pesca, de Helder Barbalho, que teve 78% das verbas não carimbadas garfadas sem dó nem piedade. Via emendas parlamentares, o orçamento da Pesca tinha  aumentado em mais de três vezes. Mesmo com o Orçamento impositivo o governo pode cortar as emendas individuais na mesma proporção do corte feito nas despesas dos ministérios.

O Barbalhinho que andava feliz igual pinto no lixo por comandar a anêmica pasta da Pesca, prêmio de consolação por conta da surra nas urnas ano passado, não terá muito o que fazer sem dinheiro, já que sonhava em fazer política com o cargo para se viabilizar novamente para disputar o governo do estado em 2018.

Nenhum comentário: