Agora é curtir a pagina do blog

quinta-feira, 14 de maio de 2015

ESPORTE: Corinthians perde a cabeça, o jogo, a invencibilidade e a vaga na Libertadores


O Corinthians não teve vontade nem futebol no Paraguai e perdeu por 2 a 0. Na noite desta quarta-feira, faltaram cabeça e tranquilidade para tirar a diferença. Com raça, mas pouca inspiração e dois atletas a menos – Fábio Santos e Jadson foram expulsos no segundo tempo –, a equipe de Tite perdeu do Guaraní, por 1 a 0, que assim alcançou uma histórica vaga nas quartas da Libertadores. Fim da invencibilidade do Timão na Arena (32 jogos) e no torneio sul-americano como mandante (20 partidas).


Um resultado conquistado de forma relativamente tranquila pelos paraguaios. Os primeiros 45 minutos foram de um Corinthians no ataque e de um Guaraní na defensiva, sabedor de que tinha a vantagem de dois gols a seu favor. A equipe de Tite partiu para cima logo de cara, na tentativa de sufocar o adversário, tirar espaço e a calma na saída de bola.
As chances de gols foram criadas. A equipe de Fernando Jubero se limitava a marcar, não tinha saída para o contra-ataque nem com Benítez nem com Santander, responsável por alguns pivôs, mas nada que causasse preocupação ao Timão. O ritmo frenético da equipe de Tite, como não poderia ser diferente, caiu. O Corinthians passou a tocar a bola. Na melhor chance, Guerrero saiu cara a cara com Aguilar, mas chutou mal e facilitou. O peruano ainda não está 100% fisicamente. A mente pensa, o corpo não executa com eficiência.
No intervalo, Tite tirou Felipe e Malcom e colocou Danilo e Mendoza. Não dava para esperar mais, A equipe começou bem, mas Fábio Santos resolveu levantar a perna e deu motivo para o árbitro expulsá-lo. Com dez em campo, as coisas que já estavam complicadas, ficaram piores.
Mas a situação do Corinthians conseguiria ficar ainda mais difícil com outro cartão vermelho. Jadson deixou a equipe com nove. A situação ficou impossível de ser revertida. O Guaraní, que teve futebol e vontade para vencer no Paraguai, teve cabeça e calma para segurar e ainda fazer o gol no fim, com Fernando Fernández. Vitória história, que acaba com invencibilidade do Timão na Copa Libertadores e no estádio.
FICHA TÉCNICA: CORINTHIANS 0 X 1 GUARANÍ-PAR
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP) Data/hora: 13/5/15, quarta-feira, às 22h  Árbitro: Enrique Osses (Chile) Assistentes: Marcelo Barraza e Christian Schiemann (ambos do Chile) Renda/público: R$ 3.327.731,50 / 39.806 pagantes Cartões amarelos: Guerrero, Jadson, Gil, Elias (Corinthians); Mendoza, De La Cruz (Guaraní-PAR) Cartão vermelho: Fábio Santos, aos 7'/2ºT; Jadson, aos 27'/2ºT (Corinthians) Gol: Fernández, aos 46'/2ºT (0-1)
CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe (Danilo - intervalo), Gil e Fábio Santos; Ralf, Elias (Bruno Henrique - 33'/2ºT), Jadson, Renato Augusto e Malcom (Mendoza - intervalo); Guerrero. Técnico: Tite.
GUARANÍ-PAR: Aguilar; Maldonado, Cáceres e Patiño; Bartomeus, Palau, Mendoza, Juan Aguilar (Darío Ocampo - 33'/2ºT), De La Cruz e Benítez; Santander (Fernández - 42'/2ºT). Técnico: Fernando Jubero.

Nenhum comentário: