Agora é curtir a pagina do blog

segunda-feira, 19 de maio de 2014

FAT terá novos cursos em breve


               A Faculdade do Tapajós (FAT) vai oferecer novos cursos para estudantes da região Sudoeste do Pará. Atualmente essa instituição de ensino superior disponibiliza os cursos de Administração, que foi o primeiro a ser implantado, Ciências Contábeis e Pedagogia. Pelo menos um dos novos cursos, Educação Física, poderá começar ainda este ano. Só depende de uma vista técnica do Ministério da Educação, que estava programada para o dia 25 de mio próximo. A visita de avaliação foi adiada para outra data a ser ainda marcada, acreditem, por causa da Copa do Mundo, que não tem qualquer relação com o MEC, como disse a professora Jussara Whitaker, diretora da FAT ao Jornal do Comércio.
            “Nossa biblioteca já está pronta para receber o curso de Educação Física, com todos os títulos necessários para o curso, assim como o laboratório de anatomia e cinesiologia. A única coisa que está faltando é a visita técnica do MEC para haver a autorização do curso. A visita estava marcada para o dia 25 de maio, mas, dia 7 a gente recebeu uma ligação do INEP comunicando o adiamento. Quisemos saber o motivo e fomos informados de que é por causa da Copa do Mundo. Não apenas a FAT, mas, todas as instituições que tinham visitas agendadas para esse período também só serão visitadas depois da Copa.
            O Ministério da Educação nada tem a ver com Copa do Mundo. E nós já pagamos a taxa, há muito tempo, para bancar a vinda dos avaliadores. Essa taxa serve para cobrir as despesas de passagens e estadia deles. Então, está tudo pronto de nossa parte para que esse curso seja iniciado, e nós estamos dependendo dos avaliadores do MEC”, informou a professora Jussara.
            A diretora da FAT disse que problemas dessa natureza, que se sucedem na burocracia brasileira, atrapalham a vida das pessoas, pois é criada toda uma expectativa dentro da instituição, expectativa dentro da cidade e nos outros municípios, expectativa para os professores que estarão trabalhando nesses cursos. A gente tem gastos e fica-se à mercê de eventos que acontecerão no País, que nada tem a ver com a questão da educação, mas, que no fundo acaba tendo. Ou seja, a prioridade para o governo é a Copa do Mundo.

            Demanda – “Nós realizamos uma pesquisa de mercado, e constatamos que existe uma necessidade muito grande do curso de Educação Física. Verificamos que existem muitos lugares nos quais o que há são atividades lúdicas, em vez de educação física. São atividades mais de recreação do que atividades físicas. Então, constatamos que existe uma demanda muito grande, tanto para a área urbana quanto as escolas da zona rural, assim como nos municípios que fazem parte do polo Itaituba. Portanto, há uma expectativa muito grande em torno desse curso, que terá turmas nos períodos diurno e noturno. Se a visita tivesse ocorrido no dia 25 de maio, a gente já estaria fazendo o processo seletivo assim que fosse assinada a portaria de autorização.
            Também existe demanda para o curso de Psicologia, que foi protocolado depois do curso de Educação Física, para o qual estamos aguardando visita do MEC. Estamos ainda tomando algumas providências a respeito desse curso, e a gente está aguardando que essa visita aconteça no decorrer do mês de setembro. A demanda não chega a ser tão grande quanto a de Educação Física, mas, ela também é acentuada. Está no mesmo patamar de outro curso em cujo projeto estamos trabalhando, que é o de Fisioterapia” afirmou a professora Jussara.
            Pós e extensão – Os cursos de pós-graduação continuam a topo vapor na FAT. No dia 3 de maio começaram duas novas turmas. Esses cursos tem tido boa procura. A FAT também tem dado continuação aos projetos de extensão fora da instituição, como o projeto Direito do Consumidor, que no vindouro mês de junho será realizado pela terceira vez, envolvendo alunos do quinto período do curso de Administração, sob a coordenação do professor Moisés Carneiro de Aguiar. Os alunos são preparados para uma maratona de visitas pelas escolas da rede pública de ensino, período da noite levando cartilhas. O grupo de 32 alunos é dividido em grupos menores de quatro, que vão às salas de aula discutir com os estudantes da escola o direito do consumidor, esperando que esse aluno, ao chegar em casa, multiplique a informação junto a sua família, a respeito dessa questão dos direitos do consumidor, até porque não existe Procon em Itaituba. Esse projeto tem dado muito certo.
            A FAT tem mais dois projetos de extensão. Um deles é na área da Educação, cuja coordenadora é a professora Edna Padilha, e se chama Família na Escola. O outro, coordenado pelo professor Fabiano Lira Miller, é na área de Educação Ambiental, o qual já foi realizado em várias escolas da rede pública de ensino, constando de práticas de educação ambiental dentro da escola. É desenvolvido por alunos de Pedagogia. A FAT tem ainda um trabalho de responsabilidade social, que visa à inclusão digital indígena. É realizado em parceria com a associação indígena da Praia do Mangue. Há pouco a instituição terminou uma campanha de doação de livros.

FONTE: Blog do Jota Parente.

Nenhum comentário: