Agora é curtir a pagina do blog

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Eleições 2014: Senador Mário Couto ameaça disputar com governador Jatene vaga ao governo



Couto ameaça disputar com Jatene vaga ao governo (Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)
















O frágil equilíbrio interno do PSDB, partido do governador Simão Jatene, está por um fio. Candidato à reeleição, Jatene pode ter que bater chapa na convenção com o senador Mário Couto. Ele ameaça desistir da disputa ao Senado e brigar para concorrer ao governo, caso não se sinta apoiado por parte das lideranças tucanas a quem atribui um plano para deixa-lo sem a cadeira de senador a partir de 2015. O mentor do plano seria o próprio governador. A expectativa é de que ainda nesta semana, o senador anuncie a decisão que tomará com base nas conversas com tucanos aliados e adversários ao longo dos próximos dias. 
O clima entre os tucanos que já estava azedo tornou-se intragável nesta segunda-feira, 12, com o agendamento, às pressas, de uma reunião para definir os rumos da candidatura do senador Mário Couto, cujo mandato se encerra em 2014. Couto não abre mão de disputar a reeleição e esperava ser o único candidato da base aliada, mas o projeto vem sendo atropelado por outros candidatos que abertamente vêm recebendo incentivo de Jatene, fazendo com que o senador sinta o cheiro de traição no ar.


Os problemas causados pela reunião desta segunda-feira, começaram na distribuição dos convites. “Foram chamados secretários (de governo), deputados, marqueteiro, menos o maior interessado”, contou uma fonte próxima ao senador Mário Couto. O encontro teve até a presença do governador Simão Jatene que foi convocado para explicar suas razões para permitir que a base tucana contasse com mais de um candidato ao Senado.

Além de Couto, são pré-candidatos o vice-governador Helenilson Pontes que é do PSD e estaria entre os preferidos do governador; o ex-secretário Sidney Rosa e o radialista Jefferson Lima (PP). O ex-prefeito Duciomar Costa do PTB chegou a ser  ser nominado na reunião, mas as informações são de que ele ainda tenta viabilizar a candidatura ao governo.

FONTE: (Diário do Pará)

Nenhum comentário: