Agora é curtir a pagina do blog

quarta-feira, 3 de junho de 2015

ESPORTE: SÉRIE B: Paysandu vence o Santa Cruz e se aproxima do G4

Foto: Arquivo O LiberalDever cumprido. O Paysandu entrou em campo pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B contra o Santa Cruz-PE, na Curuzu, em jogo que teve falta de energia, emoção e mais três pontos na conta do Bicola, que chegou ao nono lugar da competição nacional.
Em um primeiro tempo bastante movimentado, o placar foi igual. Thiago Martins, em sobra do escanteio marcou para o Paysandu. Anderson Aquino, de pênalti, empatou. Na etapa final, Carlinhos, de cabeça, deu números finais ao confronto.
Agora, os bicolores chegam ao quarto jogo seguido com vitória, três na Série B e um na Copa do Brasil. O resultado aproximou os bicolores do grupo dos quatro primeiros que jogarão a Série A em 2016, na sétima colocação, com nove pontos.
 
No sábado (6), às 21h, no Mangueirão, o confronto será diante do Paraná Clube, jogo que terá o acompanhamento lance a lance do Portal ORM News. No mesmo dia, o Santa Cruz jogará com a Luverdense, fora de casa.
1º Tempo: Gols e empate parcial - Com atraso de 30 minutos por falta de energia, a partida não teve nada de fria nos primeiros minutos. O Paysandu, jogando em casa, estava disposto e manter o bom momento e partiu para cima, tentando fazer os gols desde o começo.
A grande oportunidade não demorou para surgir. Aos dois minutos, em lance de Yago Pikachu, que chutou e espirrou no zagueiro, a bola sobrou para o meia Carlos Alberto, que ficou livre, chutou com tranqüilidade, mas a redonda saiu para fora.
O Papão continuou tendo as melhores chances de abrir o placar, como na cabeçada do volante Fahel, depois de cobrança de escanteio, mas foi novamente para fora. O escanteio, entretanto, premiou os bicolores com o gol, quando Pikachu cruzou, a bola viajou a área da Cobra Coral e Thiago Martins tocou para a rede.
O gol acendeu o sinal de alerta nos visitantes. A equipe comandada pelo ex-jogador Ricardinho cresceu e passou a dar perigo ao Paysandu, principalmente com o camisa 9 Anderson Aquino, único homem de referência no esquema com três meias.
Quando o jogo se encaminhava para a vitória parcial do Paysandu, Anderson Aquino recebeu na área, chutou, mas a bola explodiu na trave, voltando nos pés de Daniel Costa, que foi derrubado por Carlos Alberto. Pênalti. O camisa 9 cobrou e deixou tudo igual no final do primeiro que terminou com sabor melancólico para o torcedor alviceleste na Curuzu.
2º Tempo: Carlinhos decide para o Papão - Na etapa final, o Paysandu voltou com o mesmo espírito dos 45 minutos iniciais. Dado Cavalcanti não mexeu no time, nem na postura, que continuou agressiva e pressionando o Santa Cruz em seu campo defensivo.
A Cobra Coral, assim como em boa parte do primeiro tempo, mostrava que o contra-ataque era a grande aposta para roubar os três pontos do Papão em solo paraense, explorando mais o lado esquerdo, com o lateral Lúcio, que passou a ser figura presente no ataque.
Com o passar do tempo e algumas mudanças de ambos os lados, o Paysandu materializou o domínio, mesmo menor em relação a outros momentos do jogo, em gol. Em cruzamento perfeito do volante Ricardo Capanema, o meia Carlinhos subiu como um centroavante e tocou com muito estilo no canto do goleiro Fred. 2 a 1.
O Santa Cruz, então, foi para o tudo ou nada, abusando dos cruzamentos para a área bicolor, todos cortados pelos defensores ou não tão precisos a ponto de furar o goleiro Emerson, novamente bastante acionado e dando conta do recado.
No final, ficou o alívio pela missão cumprida em casa e a expectativa de entrar no G4 na próxima rodada, contra o Paraná.
FICHA TÉCNICA: (Paysandu 2 x 1 Santa Cruz)
Paysandu: Emerson; Yago Pikachu, Thiago Martins, Gualberto e João Lucas; Ricardo Capanema, Fahel, Jhonnatan (Edinho) e Carlos Alberto (Carlinhos); Aylon (Misael) e Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti
Santa Cruz: Fred; Nininho, Danny Moraes, Diego Sacoman e Lúcio; Edson Sitta, Wellington (Bruno Mineiro), João Paulo e Daniel Costa (Bruninho); Nathan (Marlon) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardinho
Gols: Thiago Martins e Carlinhos (Paysandu) / Anderson Aquino (Santa Cruz)
Cartões amarelos: Emerson, Gualberto, Ricardo Capanema e Carlos Alberto (Paysandu) / Edson Sitta (Santa Cruz)
Árbitro: Glauco Nunes Feitosa

Nenhum comentário: