Agora é curtir a pagina do blog

sexta-feira, 18 de abril de 2014

A verdadeira Páscoa: Crucificação


"Jesus se entregou, mostrou seu amor, morreu numa cruz em Jerusalém. Ele foi quem escolheu dar a vida por mim e por ti. Pela via dolorosa meu Jesus, sofreu assim..."
A crucificação de Jesus por Pilatos foi bastante documentada, não apenas no Evangelho, mas também por escritores não cristãos. A crucificação era uma forma cruel de morte, porque não atacava nenhum órgão vital que causasse sangramento, mas provocava morte lenta, muitas vezes por asfixia ou choque. Essa execusão humilhante e cruel era reservada a estrangeiros, não a cidadãos romanos. Sempre se tratava de um acontecimento público, servindo para fazer mudar de atitude os que tinham idéias de rebelar-se. Os judeus repudiavam essa execusão desumana, não apenas por sua crueldade, mas porque o Antigo Testamento declarava que qualquer que fosse pendurado numa cruz era "maldito de Deus" (Dt 21: 22 e 23). Neste caso, Jesus tomou para si a maldição que era nossa, pelos nossos pecados, fez-se humilhado para nos resgatar. Ele permaneceu na cruz porque era o Filho de Deus agindo em obediência a seu Pai.

* Profecias cumpridas na cruz

- Jesus foi abandonado (Zc 13: 7; Mt 26:56)
- Foi crucificado (Sl 22: 16; Mt 27:35; Jo 20:25)
- Suas roupas foram repartidas (Sl 22: 18; Mt 27:35)
- Foi crucificado com dois criminosos (Is 53:12; Mt 27:38)
- Foi ridicularizado e escarnecido (Sl 22: 7; 70:3; Mt 27: 39-43)
- Jesus foi tratado com desdém (Sl 22:17; Lc 23:35)
- Deram-lhe vinho com fel (Sl 69:21; Mt 27:34-48)
- Ele clamou na cruz (Sl 22:1; Mc 15:34)
- Ele orou por seus inimigos (Is 53:12; Lc 23:34)
- Nenhum de seus ossos foi quebrado (Sl 34:20; o 19:33)
- Seu lado foi furado (Zc 12:10; Jo 19:34)
- Ele estava na escuridão (Am 8:9, Mt 27:45)
- Ele foi enterrado no túmulo de um homem rico (Is 53:9; Mt 27: 57-60)


Essas profecias do Antigo Testamento, concernentes ao Messias, foram plenamente cumpridas em Jesus Cristo.
(Texto extraído da Bíblia da Mulher - Devocional)

Nenhum comentário: