Agora é curtir a pagina do blog

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Com 'ajuda' do árbitro, Brasil vence a Croácia na estreia

Japonês marcou pênalti polêmico que resultou no segundo gol da vitória brasileira por 3 a 1

Por: Redação ORM News
Estreia, ansiedade e um adversário aguerrido foram obstáculos superados pelo Brasil no primeiro jogo da Copa do Mundo 2014, nesta quinta-feira (12). O A seleção de Felipão encarou a Croácia na Arena Corinthians e venceu pelo placar de 3 a 1, em tarde inspirada da dupla Neymar e Oscar, autores dos gols.
O primeiro tempo foi de sustos para o time canarinho, que viu os visitantes saírem na frente. Aos 11 minutos, Olic escapou em velocidade pela esquerda e cruzou rasteiro. O lateral Marcelo não foi feliz no corte e colocou para dentro. Neymar, em jogada individual, deixou tudo igual. No segundo tempo, Fred simulou dividida dentro da área e o árbitro pênalti. Neymar marcou. No final, Oscar, de bico, deu números finais.
No próximo dia 17, em Fortaleza-CE, o Brasil volta a entrar em campo, dessa vez contra o México, às 16h. Um dia depois, a Croácia joga contra a seleção de Camarões, às 18h (horário local), em Manaus-AM.


1º tempo: Jogo duro e empate - A estreia do Brasil na Copa do Mundo 2014 começou mais difícil do que muitos previam. A seleção encontrou um adversário aguerrido, que atacava e defendia sem se intimidar, dando trabalho para os brasileiros nos primeiros 45 minutos de bola rolando.
A Croácia aproveitou a ansiedade do time comandado por Scolari e usou a velocidade e as laterais do campo para atacar a seleção canarinho. Aos 11 minutos o atacante Olic ganhou na esquerda, olhou para a área e cruzou forte, rasteiro, o lateral-esquerdo Marcelo tentou cortar e acabou jogando contra o próprio patrimônio. 1 a 0.
O gol deixou o torcedor com clima de muita expectativa nas arquibancadas da Arena Corinthians. Neymar, até então, estava apagado e pouco produzia, assim como seus companheiros, Fred e Hulk. Oscar era o único que conseguia jogar futebol ofensivo e efetivo.
Aos poucos o camisa 10 foi se soltando e fazendo a diferença para o Brasil. Neymar, inclusive, foi o nome que deixou tudo igual no placar. Aos 29 minutos, após jogada insistente de Oscar, a bola sobrou para o atacante do Barcelona dominar, partir para cima da marcação e chutar rasteiro, mascado, mas o suficiente para bater na trave e entrar. 1 a 1.
O gol deu um novo ânimo para os donos da casa, que passaram a contar com o apoio integral do torcedor. A Croácia, então, passou a se preocupar com o seu sistema defensivo e pouco ofereceu perigos na reta final do primeiro tempo.
O Brasil bem que tentou, principalmente pelo lado direito, com o trio Daniel Alves, Hulk e Neymar, mas a zaga croata ganhaou as principais jogadas aéreas e garantiu o primeiro tempo empatado.
2º tempo: 'Ajuda' do árbitro e primeira vitória - Os últimos 45 minutos foram de lances polêmicos e de um Brasil tendo os mesmos problemas para conseguir criar e sair da marcação da Croácia. O selecionado nacional demorou para engrenar e dar ao torcedor o futebol esperado.
Modric, tranquilo, ainda dava as cartas no setor de meio-campo. O Brasil, então, contou com uma ajuda grande da arbitragem japonesa em São Paulo. Aos 26 minutos do segundo tempo, após cruzamento para a área, o atacante Fred dividiu com o zagueiro e se jogou, mas o árbitro caiu na dele e marcou pênalti. Neymar foi para a cobrança e chutou forte, o goleiro Pletikosa ainda tocou na bola, mas não evitou o segundo gol brasileiro. 2 a 1.
Sem poder se dedicar apenas a defender, a Croácia voltou a ter um estilo de jogo ofensivo, sempre procurando explorar a velocidade do atacante Olic. Em uma das jogadas, os croatas mandaram bola alçada, o centroavante dividiu com Julio Cesar e a redonda sobrou com Rakitic, que mandou para a rede, mas o árbitro marcou falta no goleiro do brasileiro, para muita reclamação da seleção européia.
Scolari, atento, reforçou o poder de marcação do Brasil, promovendo as entradas de Hernanes, Bernard e Ramires. E foi com as entradas dos meias que o time chegou a mais um gol. Oscar aproveitou roubada de bola no campo ofensivo, foi carregando e mandou chute de bico, no canto direito do goleiro. 3 a 1.
Depois do terceiro gol brasileiro a Croácia não teve mais forças para reagir e acumulou a primeira derrota da Copa do Mundo 2014.
FICHA TÉCNICA
BRASIL 3 x 1 CROÁCIA
BRASIL - Julio Cesar; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho (Hernanes) e Oscar; Neymar (Ramires), Hulk (Bernard) e Fred. Técnico: Luiz Felipe Scolari.
CROÁCIA - Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Vrsaljko; Raktic, Modric e Kovacic (Brozovic); Olic, Perisic e Jelavic (Rebic). Técnico: Niko Kovac.
GOLS - Marcelo (contra), aos 11, e Neymar, aos 29 minutos do primeiro tempo; Neymar (pênalti), aos 26, e Oscar, aos 45 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Neymar e Luiz Gustavo (Brasil); Corluka e Lovren (Croácia).
ÁRBITRO - Yuichi Nishimura (Fifa/Japão).
RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.
LOCAL - Estádio Itaquerão, em São Paulo (SP).

Nenhum comentário: