Agora é curtir a pagina do blog

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

PARA NEWS: Naufrágio em Óbidos – Bertolini acusada de omitir a verdade


O trágico acidente que aconteceu no Rio Amazonas, próximo ao município de Óbidos, oeste do Pará, envolvendo um navio cargueiro e um comboio de balsas da Empresa de Bertolini, pode ganhar maior proporção.
Segundo denúncia encaminhada à redação do Jornal O Impacto, a empresa Bertolini está escondendo a verdade sobre a quantidade de tripulantes que se encontravam no interior do rebocador, que veio a pique depois da colisão com um navio de carga.
 
Ainda de acordo com a fonte, que pediu sigilo, não são apenas 9 os desaparecidos, existem outras pessoas que estavam no rebocador e que iam para Belém e  voltariam em outro rebocador. Conforme relato do denunciante, essas pessoas não eram passageiros e sim funcionários contratados sem carteira assinada, fato que, possivelmente, fez com que eles não aparecessem como tripulantes, pois não estariam registrados nessa viagem.
A fonte diz que esses trabalhadores seriam de uma empresa terceirizada, que presta serviços para a transportadora, inclusive, cita o nome de uma dessas pessoas, identificada como Adriano Castro. Segundo a fonte, a família não está tendo assistência da empresa e vai contratar um advogado para exigir seus direitos, um
a vez que os trabalhadores não estavam registrados conforme precípua legislação trabalhista.
Para os familiares do trabalhador, o fato mais revoltante dessa situação toda, é o descaso, pelo qual vêm passando, pois além da possível perda de um ente querido, sofrem porque a empresa está omitindo as informações.
De acordo com o denunciante esses trabalhadores não estão aparecendo na lista divulgada pela empresa, justamente para não despertar atenção do Ministério do Trabalho.
Diante da grave denúncia, faz-se necessário que o Ministério do Trabalho, Ministério Público do Trabalho procurarem a família para comprovar a informação, já que eles não estão aparecendo na lista de tripulantes para esconder a situação.
RG 15 / O Impacto

Nenhum comentário: