Agora é curtir a pagina do blog

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ITAITUBA NEWS: Ex-prefeita deixou quase R$ 12 milhões nas contas da Prefeitura de Itaituba



 eliene nunes, Itaituba
Durante os 4 anos de sua gestão (2013-2016), a ex-prefeita de Itaituba Eliene Nunes (PSD) revelou ao Blog o Jeso que deixou como marca a competência na captação de recursos – federal e estadual -, conseguindo aprovar obras importantes, e mais: deixou nas contas da prefeitura os recursos necessários para conclusão das obras em andamento.

A declaração de Eliene vem a reboque do post Dívida da Prefeitura de Itaituba com INSS chega a R$ 38 milhões, publicado na semana passada.

Segundo ela, o saldo bancário deixado por sua gestão ao recém-empossado prefeito Valmir Climaco  (PMDB) chega a quase R$ 12 milhões, conforme.


Neste link, veja o comprovante.

“Apesar da maior crise financeira que tomou conta do Brasil, dificultando a gestão de muitos municípios, conseguimos honrar os compromissos assumidos e manter em dia o pagamento dos servidores públicos, enquanto muitos gestores parcelaram salários em todo país”, lembra a ex-prefeita.

“Quando assumi o meu mandato, em 2013, encontrei o município com um grave problema de inadimplência. A dívida previdenciária era milionária, o que acarretou o bloqueio do repasse do FPM [Fundo de Participação dos Municípios] por 3 meses consecutivos, causando diversos problemas e dificultando a continuidade dos trabalhos, inclusive essenciais, além de uma dívida também milionária com a Celpa”.

Neste link, as dívidas herdadas por Eliene Nunes.

Segundo a ex-gestora itaitubense, com muita responsabilidade e habilidade técnica foi possível negociar todas as dívidas deixadas por gestões passadas, inclusive pelo atual prefeito Valmir Climaco.

Eliene reforça esclarece hoje  há parcelamentos junto à Receita Federal do Brasil  que devem ser cumpridos, independente de quem esteja na gestão, sob pena de bloqueio da transferência de recursos.  

“É preciso esclarecer que esta dívida não foi criada no meu governo”, diz.

“E o atual gestor deve ter a responsabilidade de continuar cumprindo com o parcelamento das dívidas deixadas ao longo dos anos”.

Nenhum comentário: