Agora é curtir a pagina do blog

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

EDUCAÇÃO: Veja como se inscrever no Sisu

 Veja como se inscrever no Sisu (Foto: Divulgação)
Os interessados em ingressar no ensino superior nas instituições públicas do Brasil, devem ficar atentos aos prazos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições do 1º semestre de 2017 começam hoje e seguem até o dia 27. A consulta de vaga pode ser feita no site do Sisu por curso, instituição e município. Os candidatos podem selecionar até 2 opções de universidade. A oferta é apenas para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 


São mais de 228 mil vagas de graduação em 131 instituições federais de educação, ciência e tecnologia e algumas instituições estaduais, que adotam o sistema. O resultado será divulgado no dia 30 deste mês e o período de matrícula será de 3 a 7 de fevereiro. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o aumento de vagas foi de 4,5% em relação ao primeiro semestre de 2016.

LISTA DE ESPERA

Os candidatos não selecionados na chamada regular poderão participar da lista de espera, entre o dia 30 de janeiro e 10 de fevereiro. Eles serão convocados a partir do dia 16 de fevereiro, caso haja vagas remanescentes.

A coordenadora pedagógica de ensino médio, Rafaela Franco, explica que o sistema do Sisu é mais uma chance para o aluno entrar no ensino superior, porém, o corte é mais severo. “A nota de corte é bem maior para os cursos mais concorridos”, detalha a coordenadora. A inscrição pode ser repetida todos os dias até o final do prazo estipulado pelo MEC.

COMO PARTICIPAR

Para que o aluno possa se candidatar no Sisu 2017, deve ter feito o Enem e sua nota de redação não pode ser zero. Após acessar o endereço sisu.mec.gov.br é necessário informar número de inscrição e senha usados no Enem 2016. Os dados das outras edições do exame não são aceitos.

A nota é calculada com base no número de vagas e no total de inscritos. Ela se refere à menor nota para ficar entre os selecionados. O Sisu divulga notas de corte uma vez ao dia.

Rafaela Franco, coordenadora pedagógica, explica que o Sisu é mais uma chande para ingressar em universidades públicas. (Foto: Marcelo Lélis/Diário do Pará)
ALUNOS DEVEM CONSULTAR NOTAS DE CORTE

“O aluno pode ficar consultando as vagas e os cortes diariamente. Ele pode escolher até 2 cursos, por instituição”, detalha Rafaela. Já o professor Manuel Albino, do Colégio Sophos, em Belém, explica que o Sisu é uma oportunidade para quem vai fazer vestibular em Estados diferentes, sem precisar sair de sua cidade. Neste sistema, os alunos que cursaram todo o ensino médio em um único Estado, têm o acréscimo de 10% na nota, válido apenas para universidades locais. Ou seja, “os estudantes do Pará contam com esse bônus para as inscrições”, explica o professor. Ao ser chamado, o candidato terá um prazo determinado para efetuar a matrícula. O Sisu disponibiliza às instituições uma lista de espera a ser utilizada como prioridade para o preenchimento das vagas que não forem preenchidas. No entanto, para que o nome do estudante conste na lista de espera, ele deve manifestar seu interesse dentro do prazo determinado no cronograma.
DE OLHO NAS DATAS

24 a 27/01Período de inscrições

30/01 Resultado do Sisu

30/01 a 10/02Prazo para entrar na lista de espera do Sisu

3 a 7/02Matrícula da chamada regular

VAGAS

1.900Vagas na Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra)

1.316É a oferta na Universidade Federal do Pará (UFPA)

1.100na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa)

520É a oferta de vagas no Instituto Federal do Pará (IFPA)

(Roberta Paraense/Diário do Pará)

Nenhum comentário: